Sucessão testamentária 

“consiste no chamamento à sucessão dos herdeiros designados em testamento, isto é, num acto unilateral e revogável pelo qual um indivíduo dispõe de todos os seus bens ou parte deles para depois da morte”.

Fonte: Franco e Martins, 1983, p. 667. MD