Opiato, opiata

medicamento, electuário, ou qualquer mezinha onde entra ópio e, quando este falta, entra um narcótico em substituição daquele. Servia para atenuar as dores, vedar as câmaras, estancar hemorragias, provocar o sono, etc.

Fontes: Bluteau, 1712-1728, vol. VI, p. 87; Moraes, 1813, vol. II, p. 367; Chernoviz, 1890, p. 531; Arraiz, 1683, Parte I, p. 163. LR