Bateira

pequena embarcação de pesca fluvial, de fundo chato, com remos e, por vezes, vela bastarda; era usada principalmente no Douro e Mondego || pequena embarcação sem quilha || água que cobre apenas os tabuleiros do arrozal.

Fonte: Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira, 1981, vol. IV, p. 376; Enciclopédia Luso-Brasileira da Cultura, 1980, vol. III, p. 815. AR