Museu Virtual da Lusofonia no Google Arts and Culture com 45 exposições

 

O Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho, em Braga (Portugal) lançou, no passado dia 4 de setembro de 2020, o Museu Virtual da Lusofonia na plataforma Google Arts and Culture. O Museu está disponível para acesso aos visitantes através da tag “Museu Virtual da Lusofonia” e no seu lançamento conta com 45 exposições virtuais multimédia, 256 obras de arte, 112 fotografias, 98 programas de rádio, 19 filmes e dois documentários sobre os países de língua oficial portuguesa. A iniciativa promove a diversidade artística e cultural dos países lusófonos, abrangendo Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor Leste, estendendo-se à Galiza (Espanha) e Macau (China). O projeto inclui ainda a realização de debates e conferências através do canal do YouTube do Museu Virtual da Lusofonia.

De acordo com o professor, investigador e diretor do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Moisés de Lemos Martins, “a proposta do Museu é ser um espaço aberto para a participação ativa dos cidadãos, mostrando registros que compõem a memória coletiva e a identidade das regiões, dinâmicas de interação e cooperação entre os países de língua oficial portuguesa, com debates sobre o modo como passado colonial influencia as relações interculturais na atualidade”.

O Museu Virtual da Lusofonia foi criado pelo Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho em 2017, enquanto plataforma de cooperação artística e cultural que pudesse abranger o espaço físico e virtual da língua portuguesa. Atualmente é composto por uma equipa de profissionais da educação, agentes culturais e artísticos, jornalistas, profissionais da comunicação social, historiadores, sociólogos, políticos e investigadores de comunicação que realizam o levantamento e análise de todas as obras expostas.

A Google Arts and Culture é uma iniciativa sem fins lucrativos que trabalha com instituições culturais e artistas de todo o mundo. A ideia da plataforma é preservar e divulgar a produção artística e cultural, para que se encontre disponível para qualquer pessoa, em qualquer lugar.

A cerimónia de apresentação do Museu Virtual da Lusofonia na plataforma Google, Arts and Culture teve lugar no dia 4 de setembro de 2020, no Museu Nogueira da Silva, em Braga. O evento contou com a presença do Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, do Reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro, da representante da Google Arts and Culture, Helena Martins, e do Diretor do Museu Virtual da Lusofonia, Moisés de Lemos Martins. A cerimónia foi transmitida em direto através do canal do YouTube do Museu Virtual da Lusofonia.